Questionario

 

 

Questionário.

 

  1. Suas dívidas estão fazendo sua vida familiar infeliz?
  2. A pressão de suas dívidas está tirando a atenção de seu trabalho diário?
  3. Sua reputação está sendo afetada por suas dívidas?
  4. Suas dívidas estão fazendo você pensar que é menos do que é?
  5. Você já deu informação falsa para obter crédito?
  6. Você já fez promessas irrealistas para seus credores?
  7. A pressão de suas dívidas está fazendo com que você seja descuidado com o bem estar da sua família?
  8. Você teme que seu empregador, família ou amigos descubram até que ponto vai seu endividamento?
  9. Quando você se depara com situação financeira difícil, a possibilidade de um empréstimo lhe dá uma sensação desenfreada de alívio?
  10. A pressão de suas dívidas já lhe causa dificuldade em dormir?
  11. A pressão de suas dívidas já lhe fez considerar se embebedar?
  12. Você já pegou dinheiro emprestado sem considerar adequadamente a taxa de juros que você vai ter que pagar?
  13. Você normalmente espera uma resposta negativa quando é submetido a uma apuração de crédito?
  14. Você já desenvolveu um esquema rigoroso para pagar suas dívidas e depois, sob pressão, acaba não cumprindo-o?
  15. Você justifica suas dívidas falando para si mesmo que você é superior a outras pessoas, que quando você tiver sua “vez” liquidará suas dívidas de um dia para o outro?

Como foi sua pontuação? Se você respondeu “sim” a oito ou mais questões, tudo indica que você tem um problema com endividamento compulsivo ou está prestes a ter um. Neste caso, hoje pode ser um momento de virada na sua vida. Nós todos chegamos a esta encruzilhada. Um caminho, bem fácil, lhe induz para mais desespero, doença, falência e, em alguns casos, instituições mentais, prisão ou suicídio. Outro caminho, bem mais desafiador, leva ao auto-respeito, solvência, cura e realização pessoal. Nós lhe encorajamos a dar o primeiro e difícil passo agora no caminho mais concreto.