O começo

 

 

O começo de tudo.

 

Por volta de 1935, nos Estados Unidos, Bill Wilson sentia que todos os seus esforços para se livrar da compulsão pelo álcool eram totalmente inúteis. Encontrando-se uma vez mais internado num hospital, para tratamento da doença, Bill foi informado pelo diretor que o seu mal era incurável e que se tratava de uma doença. Somente um poder superior poderia auxiliá-lo no sentido de interromper a ação devastadora daquela vontade desenfreada de beber. Só seria possível sustar, colocar numa jaula, pois, a qualquer momento aquela fera, não controlada, poria tudo a perder novamente. Bill, após incontáveis tentativas frustradas para abandonar aquele vício, decidiu encarar esta nova realidade. Aproveitou, inclusive, uma ocasião em que se encontrava muito exposto a uma eventual queda para procurar alguém que padecesse do mesmo mal. Veio a conhecer quem viria a ser o co-fundador de A.A. Era Bob, seu companheiro de lutas por longos anos depois.

Em 1967, alguns membros de A.A. entenderam que possuíam, outrossim, acentuada dificuldade no trato com dinheiro. Deram, então, os primeiros passos para a criação de D.A. (Debtors Anonymous). Toda pessoa que tenha inabilidade quanto ao gasto excessivo, ao controle, à organização, à disciplina, e até aquela que tenha desprezo pelo dinheiro, pode ser uma D.A